«

»

mar 18

Os melhores engenheiros do mundo estão na F1. Será mesmo?

Os amantes do automobilismo costumam dizer que a Fórmula 1 está cercada pelos melhores engenheiros do planeta. Obviamente, isso não deixa de ser verdade, já que eles são capazes de criar soluções aerodinâmicas incríveis que dão milésimos de segundo de vantagem, o que na categoria pode fazer muita diferença.

Mas em toda família sempre há uma ovelha negra. Bem, para explicarmos o caso a seguir, vamos voltar para a temporada de 2014 da GP3 Series, quando no GP da Bélgica, em Spa-Francorchamps, Kostantin Tereshchenko decolou após errar em uma das curvas. O voo do carro da piloto aconteceu porque a zebra da pista era alta e se transformou numa “plataforma de lançamento”. Veja no vídeo:

Depois disso você deve estar imaginando: Os organizadores de Spa-Francorchamps aprenderam e vão fazer o possível para evitar outro acidente como aquele, certo? Não! Eles fizeram totalmente o contrário. Agora, a curva mais famosa do calendário da F1, a Eau Rouge, conta com algumas “lombadas desenvolvidas especialmente para transformar um carro de corrida em um jato”.

Eau Rouge agora tem lombadas

Eau Rouge agora tem lombadas

Pois é, nem tudo é perfeito na F1. Espero realmente que os organizadores revejam esta situação e retirem essas lombadas para as corridas de Fórmula.

Obs: Entendemos que estas lombadas não devem ter sido projetadas por engenheiros e sim pelos organizadores do circuito que visam evitar que pilotos “cortem” a Eau Rouge.

Fonte: WTF1 (wtf’1.co.uk)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>